• Manoel Cândido Nogueira

Pessoas são vítimas de golpe ao solicitar corrida de UBER


Na última sexta-feira (11) por volta das 15h, Jônatas da Silva (21), residente em João Pessoa/PB, que faz aniversário nesta segunda-feira (14) ganhou um presente de grego antecipado, isso porque ele sofreu um golpe. Uma jovem de nome Kesia entrou em contato com ele pedindo ajuda.


“Ela me pediu para chamar o UBER sob a justificativa de que tinha uma conta para pagar. Acreditei porque era uma sexta-feira no meio da tarde, então realmente as casas lotéricas já estariam em horário de fechar”. 

O jovem só se deu conta do ocorrido após uma amiga sua postar em seu facebook um post que denunciava justamente a mesma menina que ele tinha ajudado. “Ontem no meio da tarde uma amiga publicou um "exposed", por ser de interesse público a informação de que ela estava pedindo para chamarem Uber e não pagava. Foi aí, olhando meu e-mail, percebi que ela também não tinha pago minha corrida”, disse. 


Várias pessoas afirmaram nos posts dele e de sua amiga que foram vítimas da garota ou que tinham sido contadas por ela com o mesmo propósito. O golpe funcionava da seguinte forma: Kesia chamava alguém aleatório em suas redes sociais e pedia para que ela chamasse um uber, pois estava com algum problema para chamar de seu aparelho. No final da corrida ela não pagava e a conta ficava para a pessoa que solicitou a corrida. 


A justificativa de Kesia, segundo Jônatas, “foi de que o motorista estaria assediando-a, porém, esse argumento se tornou insustentável e ela assumiu que estava mentindo. Agora, o namorado dela está assumindo a responsabilidade, dizendo que foi ele estrategicamente por ser menor de idade”, comentou. 


O rapaz registrou ocorrência na delegacia online e também disse que irá acionar o Ministério Público. “A ação penal do crime de estelionato é pública condicionada à representação, ou seja, o ofendido precisa fazer a denúncia e quem inicia o processo criminal é o ministério público”, disse. 


A jovem Karollyne, que publicou a primeira denúncia em seu Facebook, fez um alerta, “cuidado se alguém pedir pra vocês pedirem um UBER, temos muitos amigos em comum, então é isso, cuidado amigos.”


O @pautanews tentou localizar a jovem nas redes sociais para comentar o caso, mas sem êxito.

4 visualizações